< Voltar

Mundo a Vapor - Parque Temático

O impacto dramático causado pela perfeita reconstituição do famoso acidente ferroviário acontecido em Paris, em 1895, quando uma locomotiva cruzou desgovernada e em alta velocidade a estação de Montparnasse, atravessou uma parede e ficou pendurada a 12 metros de altura, é apenas o início das surpresas que aguardam o visitante do Parque Temático Mundo a Vapor, localizado na rodovia Canela-Gramado. Lá dentro, um mundo fantástico, com atrações que não existem em qualquer outro lugar do planeta, impressionará seus visitantes.

Mundo a Vapor - Fachada

Um Pouco da História do Mundo a Vapor

Mundo a Vapor - Parque temático

Em 1924 a Estrada de Ferro atinge Canela, dentro das previsões do Cel. Corrêa, e o local começou, então, paulatinamente, a se tornar uma cidade de veraneio, recomendada por médicos de todo o Estado. Passar as férias em Canela era uma forma de status para os porto-alegrenses. A região possuía cerca de 35 serrarias. As serrarias eram movidas através de grandes máquinas, chamadas locomóveis, que usavam o princípio da força motriz gerada através do vapor. Já nesta época Ernesto Urbani, o Patriarca do Mundo a Vapor, dava toda a assistência e consertava as locomóveis destas serrarias, além de fazer manutenção em outros tipos de máquinas e ferramentas. Os filhos de Ernesto Urbani (Omar, Benito e Hermes), criados dentro das oficinas do pai e apaixonados pelas máquinas a vapor, passaram a criar, artesanalmente, réplicas, imitando o processo industrial completo. A olaria, serraria, pedreira, siderúrgica, fábrica de papel, etc., eram máquinas com proporções exatas, detalhes perfeitos e apresentando todos os movimentos, com funcionamento mecânico completo, tal como as máquinas de tamanho original. Esses equipamentos, inéditos, conseguem replicar o processo de industrialização do mundo moderno, mas utilizando a força que provocou uma das maiores mudanças da história da Humanidade, através da Revolução Industrial – O VAPOR!